Etiquetas

, , ,

AliasVT2012_300

Este vinho nasceu das videiras centenárias da casta Bical que encontramos nas vinhas velhas da Bairrada.  É uma produção muito pequena de apenas 300 garrafas de um vinho feito de forma bastante tradicional e que, pela sua raridade, estará apenas presente num número reduzido de lojas.

A vindima manual e uma minuciosa seleção de uvas, quase que tornam este vinho numa rara peça de relojoaria. As melhores uvas de Bical são selecionadas de entre as videiras desta casta que se encontram espalhadas pela nossa vinha centenária. A vinificação é bastante artesanal, sendo as uvas cuidadosamente espremidas numa pequena e antiga prensa, e o mosto encaminhado imediatamente para a barrica de carvalho, onde fermenta e estagia durante 10 meses.

Este branco de “Outrora” tem uma graduação alcoólica de apenas 11,5 % e tem um perfil antagónico ao dos brancos modernos.  Austero, fresco e complexo,  dispensa a fruta efémera e faz-nos desejar que houvesse mais. Mas, na verdade, à data que escrevo este post e parafraseando o António Silva e o Vasco Santana: “deste,…já não há mais!”.

Talvez ainda o encontrem nalguma garrafeira.

DSCN1401

A revista de vinhos deu-lhe a fantástica pontuação de 18 valores. Eis o que acharam do vinho:

Aliás Br RV 2014

“This wine was born of the centenarian grape vines from the variety Bical that we find in old Bairrada vineyards. It is a very small production of only 300 bottles of a wine made in a very traditional fashion and that, because of its rarity,  will only be available in a limited number of stores. The manual harvest and a careful selection of grapes, almost transform this wine in a rare timepiece. Best Bical grapes are selected from among the vines of this variety that are scattered throughout our vineyard. The wine making is pretty much handcrafted, with the grapes carefully pressed in a small, antique press, and the juice immediately falling into oak barrels where it ferments and is aged for 10 months.” 

This white wine of times past has an alcohol content of only 11.5% and has an antagonistic profile comparing  to modern whites. Austere, fresh and complex it passes on the ephemeral fruit notes and makes us wish for more. But in fact, at the time of writing this post, the truth is that it is all sold out! You may still find it in one or two Portuguese wine stores.

 

Anúncios